Resenha: Amante Consagrado

  • segunda-feira, setembro 12, 2016
  • By Viviane Silva
  • 3 Comments

Oi gente, como estão?

A Anny tentou colocar data na bagaça do post, já fussei o html e ainda não consegui hahahaha, mas vou continuar tentando, se não achar vai ficar assim mesmo.
No post de hoje eu vou mandar a resenha do livro Amante Consagrado da tia J.R Ward, o 6º livro da série da Irmandade da Adaga Negra.

Livro: Amante ConsagradoAutora: J.R WardISBN-10: 8579302366Ano: 2011 / Páginas: 552Idioma: português Editora: Universo dos Livros Nas sombras da noite de Caldwell, Nova York, desenvolve-se uma furiosa guerra entre os vampiros e os seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. E agora, um Irmão obediente deve escolher entre duas vidas... Ferozmente leal à Irmandade da Adaga Negra, Phury se sacrificou pelo bem da raça, convertendo-se no macho responsável por manter a linhagem da Irmandade. Como o Primaz das Escolhidas, ele será o pai dos filhos e das filhas que assegurarão que sobrevivam as tradições da raça, e, que haja guerreiros para lutar contra os redutores. Como sua companheira, a Escolhida Cormia quer ganhar não só o corpo, mas também o coração de Phury para si... Ela vê o guerreiro emocionalmente deteriorado atrás de toda sua nobre responsabilidade. Mas enquanto a guerra com a Sociedade Redutora se torna mais severa, uma grande tragédia abate a mansão da Irmandade e Phury deve decidir entre o dever e o amor.
Os livros da Irmandade simplesmente te prendem na leitura que vc consegue devorar em dois dias ou três se vc só ler a noite como eu um livro de mais de 500 páginas, entretanto Amante Consagrado não foi dessa maneira.O livro aborda a vida de Phury, irmão gemêo de Zadist que é um dos meus guerreiros favoritos, Phury vive um inferno de vida, sempre preocupado com seu gemêo, é o tipo de cara que coloca as necessidades dos outros sempre a frente das suas, contanto a pressão é grande demais em suas costas tornando ele um viciado. Phury tem problemas grandes de conflito interno, e seu mago maligno (voz interior) contribui constantemente para que ele se afunde ainda mais na sua fumaça vermelha.

"A voz do mago ecoava séria dentro da cabeça de Phury: é preciso ser um herói para ser digno de gratidão, e você não é nenhum cavaleiro de armadura e cavalo branco. Você apenas quer ser um." Pág.285

Phury sem saber como lidar com o amor que ele acha que sente por Bela, mulher grávida de seu gemêo, resolver pegar o lugar de seu irmão de guerra Vishious como Primaz das Escolhilhas que é tipo um marido num Harem, ele será responsável por engravidar 40 escolhidas, e elas gerarão mais Irmãos para a irmandade na luta contra os redutores, que são os inimigos da raça.
Contanto o destino reserva surpresas na vida dele, e Cormia a escolhida que sera a primeira de todas elas, rouba o coração de nosso guerreiro fazendo com que ele lute por sua liberdade e correntes que o prendem na vida do vício.

"Phury olhou para o rosto e para o cabelo dela. - Cormia, eu preciso dizer uma coisa... Eu amo você. Phury balançou a cabeça e sentou com as pernas cruzadas... Meu Deus!
Eu estraguei tudo. Mas eu amo você, eu queria que você soubesse porque... bom, caramba, porque é importante e porque significa que eu não posso me relacionar com as outras escolhidas. Não posso estar com elas, Cormia.
É você ou ninguém... "Pág.458


Amante Consagrado é uma boa leitura, mas eu fiquei meio tediosa numa boa parte dele, achei chato pra kct esse mago alucinando os pensamentos, sei lá acho que chegou ao um ponto que ficou chatão, Graças a Virgem que a autora sempre consegue encaixar momentos hilários entre uma parte o outra, então eu sempre me pegava rindo de certos momentos durante a leitura.
Phury cresceu muito durante o passar dos capítulos, o final foi supreendente... como chorei! Posso até dizer que ópera vai entrar na minha playlist, pelo menos uma canção... e sempre que eu escuta-la lembrarei da ternura que os dois gemêos se abraçam no final....

Z. fez uma reverência profunda e ofereceu o laço.
A voz de Phury estava rouca quando pegou o longo cetim.
_ Seria a honra de muitas eras oferecer nossas cores à sua filha recém-nascida.
Quando Z. levantou, foi difícil saber quem deu o primeiro passo.
Mais provável que os dois tenham se encontrado no meio do caminho. Ninguém disse nada durante o abraço." Pág. 533

Então é isso gente, eu espero que vocês tenham gostado!
Até mais...

<a href="http://www.bloglovin.com/blog/18243561/?claim=8yznkv2mas9">Follow my blog with Bloglovin</a>

Leia Também...

3 comentários

  1. Oiiii
    Está uma graça o seu novo cantinho viu? só da uma olhadinha porque a página ta bem pesada e demorando para carregar aqui...

    Eu não conhecia o livro e confesso que não faz parte do meu gênero literário =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita Clay, e pelo toque do blog lerdo..eu já tinha notado isso, mas estava sem tempo de mudar, pq aqui no blogger para trocar template da mais trabalho no que no wp rsrs, então eu optei por um tradicional para ver se fica mais ligeirinho... bjs

      Excluir
    2. Agora ele está carregando bem mais rápido *_*

      Excluir